Centro Espírita Harmonia e luz - Projeto A favor da vida, contra o aborto em Caxias do Sul

CADASTRO

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Projeto:

Sou a favor da vida. Contra o aborto.

 

O Centro Espírita Harmonia e Luz lança sua identidade visual em favor da vida. Nosso propósito é trazer consciência e valorização da existência. Faça parte desse movimento.

 

Faça parte deste círculo.

A atualização pode levar 2 dias.

Início em 17/Fev/21 - Atualizado em 11/Mar/21

Filme "Deixe-me Viver"

aborda resgates espirituais e o aborto

 

Quando o livro Deixe-me Viver veio a público em 1998, por meio da psicografia da médium Irene Pacheco e de autoria espiritual de Luiz Sérgio, o diretor e roteirista Clóvis Vieira iniciou um trabalho de concepção íntima da história, que teve reforço no ano 2000, quando ele ganhou os direitos autorais para transformar um dos mais populares romances espíritas em filme.

 

Após muito sacrifício e empenho, 16 anos depois, no dia 13 de outubro do ano passado, Deixe-me Viver foi projetado para as telas de cinema e estreava em todo o Brasil. Quase um ano após o lançamento, os produtores ainda se mantém ativos na campanha pela divulgação e popularização do filme, não só pela amplitude da mensagem espírita, como pelos assuntos abordados na obra.

 

Luiz Sérgio, interpretado por Bernardo Dugin, é um jovem espírita que foi convocado para escrever diversos livros ligados ao Espiritismo, entre eles, Deixe-me Viver. Para isso, o jovem embarca em uma jornada para resgatar espíritos sofredores nos umbrais, comprometidos com as consequências íntimas pela prática do aborto, seja na qualidade de pacientes, seja na de indutores, executantes ou suas equipes. Nessa missão, ele vai se deparar com vários casos de abandono e rejeição, e tentará fortalecer laços familiares.

 

Trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=DAdTVliBfK4

 

Caro(a) Leitor(a):

Em face do desenvolvimento da Ciência, facilmente se comprova o início da vida humana desde o momento da concepção no ventre materno, e não somente quando ocorre o nascimento, como afirmam muitos.

 

Constitui-se em grave comprometimento com as Leis Divinas a provocação do aborto em qualquer fase da gestação, uma vez que tal iniciativa impede que o Espírito, que já se encontra ligado ao corpo desde a fecundação e estados de pré-embrião, embrião e feto, renasça no corpo físico que lhe servirá como instrumento de progresso.

 

O Movimento Espírita posiciona-se contrário aos projetos de revisão da legislação que visam à legalização do aborto em nosso país.

 

Nas páginas deste livreto impresso pela Federação Espírita Brasileira, você encontrará a argumentação, baseada nos postulados espíritas, que defende o direito à vida.

 

Participe também da Campanha Em Defesa da Vida.

Oriente-se e diga não ao aborto!

 

 

 

Cartilha Em defesa da Vida contra o aborto

Há mais de 20 anos a FEB divulga a campanha permanente “Em Defesa da Vida” com material que traz orientações dos Espíritos sobre muitos temas importantes em nosso contexto social.

 

A temática aborto torna-se cada vez mais relevante de ser refletida, diante de debates atuais sobre a sua descriminalização no Brasil.

 

Para possibilitar ainda mais a divulgação da Campanha Em defesa da vida contra o aborto, a FEB lançou uma Cartilha que apresenta fundamentos obtidos das principais fontes espíritas, contendo ainda diversos argumentos e embasamentos jurídicos sobre a proteção da vida humana e o respeito dos direitos naturais do homem, como o de viver.

 

Baixe aqui a cartilha para conhecer seu conteúdo.

Contamos com a sua divulgação.

Veja mais conteúdo sobre ABORTO:

 

FEB:  Livreto Aborto  -  BAIXAR

FEB: Em defesa pela vida   -  BAIXAR

FEB: Ofício contra aborto ao Supremo Tribunal Federal (STF)BAIXAR

Caso você queira retirar seu nome,

só clicar AQUI.

Aborto por Estupro

Justo é se perguntar, se foi a criança que cometeu o crime. Por que imputar-lhe responsabilidade por um delito no qual ela não tomou parte?

Portanto, mesmo quando uma gestação decorre de uma violência, como o estupro, a posição espírita é absolutamente contrária à proposta do aborto, ainda que haja respaldo na legislação humana.

 

No caso de estupro, quando a mulher não se sinta com estrutura psicológica para criar o filho, cabe à sociedade e aos órgãos governamentais facilitar e estimular a adoção da criança nascida, ao invés de promover a sua morte legal. O direito à vida está, naturalmente, acima do ilusório conforto psicológico da mulher.

 

 

Aborto "Eugênico" ou "Piedoso"

A questão 372 de O Livro dos Espíritos é elucidativa:

 

Pergunta – Que objetivo visa a providência criando seres desgraçados, como os cretinos e os idiotas?

Resposta – "Os que habitam corpos de idiotas são Espíritos sujeitos a uma punição. Sofrem por efeito do constrangimento que experimentam e da impossibilidade em que estão de se manifestarem mediante órgãos não desenvolvidos ou desmantelados."

 

Fica evidente, desse modo, que, mesmo na possibilidade de o feto ser portador de lesões graves e irreversíveis, físicas ou mentais, o corpo é o instrumento de que o Espírito necessita para sua evolução, pois que somente na experiência reencarnatória terá condições de reorganizar a sua estrutura desequilibrada por ações que praticou em desacordo com a Lei Divina. Dá-se, também, que ele renasça em um lar cujos pais, na grande maioria das vezes, estão comprometidos com o problema e precisam igualmente passar por essa experiência reeducativa.

 

 

Aborto Econômico

Esse aspecto é abordado em O Livro dos Espíritos, na questão 687:

Pergunta – Indo sempre a população na progressão crescente que vemos, chegará tempo em que seja excessiva na Terra?

Resposta – "Não, Deus a isso provê e mantém sempre o equilíbrio. Ele coisa alguma inútil faz. O homem, que apenas vê um canto do quadro da Natureza, não pode julgar da harmonia do conjunto."

 

Em O Evangelho segundo o Espiritismo, Cap. XXV, a afirmativa de Allan Kardec é esclarecedora: "A Terra produzirá o suficiente para alimentar a todos os seus habitantes, quando os homens souberem administrar, segundo as leis de justiça, de caridade e de amor ao próximo, os bens que ela dá. Quando a fraternidade reinar entre os povos, como entre as províncias de um mesmo império, o momentânea supérfluo de um suprirá a momentânea insuficiência de outro; e cada um terá o necessário."

 

Convém destacar, ainda, que o homem não é apenas um consumidor, mas também um produtor, um agente multiplicador dos recursos naturais, dominando, nesse trabalho, uma tecnologia cada vez mais aprimorada.

 

 

O Direito da Mulher

Invoca-se o direito da mulher sobre o seu próprio corpo como argumento para a descriminalização do aborto, entendendo que o filho é propriedade da mãe, não tem identidade própria e é ela quem decide se ele deve viver ou morrer.

 

Não há dúvida quanto ao direito de escolha da mulher em ser ou não ser mãe. Esse direito ela o exerce, com todos os recursos que os avanços da ciência têm proporcionado, antes da concepção, quando passa a existir, também, o direito de um outro ser, que é o do nascituro, o direito à vida, que se sobrepõe ao outro.

 

Estudos científicos recentes demonstram o que já se sabia há muito tempo: o feto é uma personalidade independente que apenas se hospeda no organismo materno. O embrião é um ser tão distinto da mãe que, para manter-se vivo dentro do útero, necessita emitir substâncias apropriadas pelo organismo da hospedeira como o objetivo de expulsá- lo como corpo estranho.

 

______________________________________________________

 

 

Amor à Vida! Aborto, não!

 

(Este texto – O aborto na visão espírita – aprovado pelo Conselho Federativo Nacional em sua Reunião Ordinária de 13 a 15 de novembro de 1999, em Brasília, constitui o documento que a FEB está levando, como esclarecimento, à consideração das autoridades do Governo Federal, do Congresso Nacional e do Poder Judiciário. As Entidades Federativas estaduais, por sua vez, realizam o mesmo trabalho junto aos Governadores, Deputados Estaduais, Prefeitos, Vereadores, outras autoridades e ao público em geral, em seus Estados.)

(  Fonte: Revista Reformador, Nº 2051, Fevereiro de 2000  )

 

 

Fonte deste e conteúdo e mais informações, clique aqui.

 

CENTRO ESPÍRITA

Conheça a doutrina espírita.

Seja nosso convidado(a), estude, aprimore-se e levante a bandeira do Amor e da Caridade!

Mapa

Como chegar

ENDEREÇO

Rua Mansueto Pezzi, 1904  Esplanada

95098-310 - Caxias do Sul - RS

 

atendimento@harmoniaeluz.com.br

Cadastre-se e receba Notícias

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

ATIVIDADES

  • Atendimento Fraterno pelo Diálogo;
  • Evangelho à luz da Doutrina Espírita;
  • Atendimento pelo Passe;
  • Irradiação;

Redes Sociais do Harmonia

© Copyright 2021  Harmonia e Luz  -  Todos os direitos reservados.